NOTÍCIAS

HOME > NOTÍCIAS



HOME > NOTÍCIAS




EXPRESSÃO CORPORAL


Pesquisas apontam que mais de 90% da comunicação é feita por meio da linguagem corporal

No ambiente corporativo, a linguagem corporal é fator preponderante em processos seletivos, reuniões, apresentações, palestras e negociações.

Publicada em: 19/12/2014



Parecem imperceptíveis, por se tratar de ações corriqueiras, mas nós passamos a maior parte do tempo em movimento e cada expressão demonstra como estão os nossos estados de espírito, reações e estágios de comportamento. Um estudo dos pesquisadores australianos Allan e Barbara Pease, publicado no livro Desvendando os Segredos da Linguagem Corporal, concluiu que 93% de nossa comunicação é não verbal, o que engloba o tom de voz e o gesticular, bem como as movimentações do corpo e expressões da face.

No ambiente corporativo, a linguagem corporal é fator preponderante em processos seletivos, reuniões, apresentações, palestras e negociações. Equilíbrio na voz, forma como sentar-se, moderação nos gestos com as mãos são elementos determinantes para uma boa atuação no mercado. Se tem o hábito de projetar a barriga para a frente, ficar cabisbaixo, deixar os ombros caídos, não mantém um contato visual ? desvia o olhar, não o fixa diretamente ao interlocutor ?, por exemplo, cuidado. Estes são apenas alguns dos erros comuns cometidos nesse quesito, pois podem dar a entender pontos negativos como desleixo, indiferença, despreparo, insegurança.

?Mostrar-se confiante, corajoso em seus atos, por meio de toda a expressão corporal é fundamental. É preciso transparecer as emoções, com equilíbrio?, arremata Júlio César Barbosa, coordenador do curso de Pós-Graduação em Comunicação Organizacional e Negócios, do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo. ?Em uma sociedade em que a imagemvale muitas vezes mais que palavras, a posição do corpo, olhares e gestos são valorizados para quem deseja um alto desempenho dentro das organizações?, diz. 

Assim, aquela velha máxima que ?o corpo fala? é verdadeira. ?O que está internamente em nós é refletido externamente. Mesmo em silêncio, o nosso corpo expressa, é espontâneo. A questão é fazer um mergulho dentro de si, verificar como comporta-se nas mais diferentes situações da vida. Reconhecer valores nobres, como educação e cordialidade, é fácil porque se manifesta no olhar, no andar.

Aliás, arrumar-se todos os dias com elegância, como fosse o primeiro dia de encontro, o primeiro dia de trabalho é importantíssimo?, contextualiza Liamar Fernandes, licenciada da Sociedade Brasileira de Coaching (SBC). E no caso dos tímidos? Para Fernandes, ser quieto não é fator negativo para admissão.

?Há cargos que exigem mais concentração e os mais quietos podem se encaixar, como setores financeiros e de tecnologia, por exemplo. Em uma entrevista, por mais acanhada que seja a pessoa, mesmo com rubor nas bochechas, ela olhará para o recrutador?, frisa.

Roupas também estão na lista para prestar atenção, pois, segundo os especialistas, o que está no armário e no corpo é também uma extensão do que está dentro de cada indivíduo. Vestidos curtos, decotes profundos, exageros em acessórios como bijuterias, além de uso de tênis em companhias que exigem sapato social, ou saltos muito altos e chinelos, peças amassadas, rasgadas e/ou muito coloridas são itens que devem ser evitados, mesmo nas corporações que liberam vestimentas mais despojadas, como áreas de marketing ou publicidade. ?Tudo é uma questão de bom senso?, enfatiza Barbosa.

Internet
Atualmente, cresce o número de escritórios e recrutadores que estão aderindo às web conferências, em especial por causa da facilidade de acesso e da escassez de tempo. Por mais cômodo que seja, o cuidado com a imagem deve ser redobrado.

?Primeiramente, o candidato tem que analisar o ambiente onde ficará. Se está limpo, em silêncio, para que o entrevistador possa vê-lo e ouvi-lo, olhar diretamente para a câmera e demonstrar os seus sentimentos do mesmo modo de uma entrevista pessoal?, destaca Fernandes.

Cursos e treinamentos de etiqueta empresarial são válidos, apontam os profissionais, contudo a dica é investir no autoconhecimento, controle de suas emoções e em ser você mesmo. Firmeza, leveza e gentileza é a grande fórmula para não apenas ficar a famosa ?primeira impressão?, mas mantê-la, sempre. 

Fonte: Revista Medicina Social
Edição: F.C.



Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.







Destaques: