VOCÊ PRECISA SABER

HOME > VOCÊ PRECISA SABER



HOME > VOCÊ PRECISA SABER




VOCÊ PRECISA SABER


Substitua alimentos ricos em sódio

Reduzir sal e embutidos é um bom começo para prevenir e controlar hipertensão.

Publicada em: 09/05/2012



A hipertensão se tornou uma verdadeira epidemia. Cerca de 22,7% da população adulta brasileira sofre desse mal. As estatísticas são ainda mais alarmantes quando analisados apenas os indivíduos acima de 60 anos: metade deles tem pressão alta. "Um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento desse problema é o alto consumo de sódio, que favorece o acúmulo de líquidos no corpo, aumentando o volume sanguíneo e, consequentemente, elevando a pressão arterial", explica a nutricionista Andrea Catalani, pesquisadora do Centro de Referência para Prevenção de Doenças Associadas à Nutrição (CRNUTRI) da FSP/USP.

De acordo com o Guia Alimentar para a População Brasileira, a recomendação de sódio para um adulto saudável é de 2.400 miligramas por dia, o equivalente a 5 gramas de sal ou uma colher de chá do alimento. Mas o cardápio diário do brasileiro costuma conter quase 12 gramas de sal por dia - mais que o dobro! Confira dicas para dar uma boa amenizada nessa quantidade de sódio nas refeições:

Substitua o shoyu
Em 15 ml de shoyu tradicional, há 818 mg de sódio. "Já a versão light apresenta uma redução de, pelo menos, 25% da quantidade desse nutriente", afirma a nutricionista Roseli Rossi. Entretanto, para diminuir ainda mais a ingestão de sódio no dia a dia, vale mergulhar sushis e sashimis em um simples suco de limão ou ainda em um molho mais elaborado, com limão, mostarda, cebola e azeite.

Esqueça o macarrão instantâneo
De acordo com Andrea Catalani, tanto o macarrão instantâneo quanto o tempero pronto têm grande quantidade de sódio. "Um pacote do produto chega a ter 90% da recomendação diária para um adulto saudável", explica. No lugar desse prato, nada melhor do que um macarrão tradicional com molho de tomate caseiro.

Use temperos naturais na salada
Como não é possível eliminar o sódio já presente em alguns alimentos, tente, ao menos, não adicionar sal em suas refeições. Ao temperar uma salada, por exemplo, invista em azeite, limão, vinagre e outros temperos. "Vale ainda usar a criatividade e adicionar ervas, como orégano, manjericão e coentro", incentiva Andrea. Essas opções acrescentam nutrientes ao prato e contam com um aroma de dar água na boca.

Fique de olho nos embutidos
Frios e embutidos, como o peito de peru, o salame e a mortadela, têm grande quantidade de sódio, aponta Roseli Rossi. Três fatias de presunto, por exemplo, contêm cerca de 550 mg de sódio. Já uma única unidade de salsicha oferece 550 mg de sódio. "Por isso, prefira rechear o seu lanche com queijo branco, frango grelhado, ovos cozidos e muitos legumes e verduras, como alface, tomate e cenoura", recomenda a nutricionista.

Passe reto na sessão de congelados
Grande parte dos alimentos industrializados e as preparações congeladas é rica em sódio. Segundo a nutricionista Andrea, isso acontece porque o sal atua como conservante desses produtos. Para fugir dessa cilada, a profissional sugere uma receita prática de lasanha de berinjela.

Modere nos refrigerantes
Como o sódio é um dos principais componentes do sal, a maior parte das pessoas associa o nutriente apenas a alimentos salgados. Entretanto, ele também está presente em refrigerantes. "Um copo de 250 ml contém cerca de 17,5 mg de sódio", alerta a nutricionista Andrea. Versões light e diet têm uma quantidade ainda maior de sódio. "Em 250 ml da bebida de baixa caloria é possível encontrar até 38 mg de sódio", aponta. Como os refrigerantes são pobres em nutrientes, é melhor preferir por sucos naturais - sem adição de açúcar.

Prepare a própria sopa
Sopas e caldos industrializados também são campeões quando o assunto é sódio. Por isso, a praticidade do preparo nem sempre vale a pena. A nutricionista Roseli recomenda preparar sopas e caldos em casa, começando por receitas simples e, depois, usando sua criatividade no preparo de pratos mais elaborados.


Fonte: Minha Vida
Edição: F.C.
09.05.2012



Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.







Destaques: