Álcool

Abuso de álcool associa-se a um risco aumentado de hemorragia cerebral

Pesquisa conclui que o consumo excessivo de álcool está associado com a ocorrência de hemorragia cerebral em uma idade jovem.

Sexta-feira, 28 de Setembro de 2012
O consumo excessivo de bebidas alcoólicas associa-se a um risco aumentado de hemorragia cerebral (HC), também conhecida como acidente vascular cerebral hemorrágico.Esta é a constatação de pesquisadores da Universidade de Lille Nord de France. Entre novembro de 2004 e março de 2009 foram recrutados 562 adultos vítimas de uma HC espontânea. Foram excluídos os pacientes sem informação sobre hábito de beber (22 indivíduos).

O consumo excessivo de álcool foi definido como uma ingestão regular de mais de 300 gramas de etanol por semana (cerca de 10 garrafas de 650 ml de cerveja ou 20 taças de 150 ml de   vinho ou 20 doses de 50 ml de uma bebida destilada).

Entre os 540 pacientes com HC incluídos no estudo, 137 foram considerados alcoolistas pesados.Após análise estatística, os bebedores pesados ​​de álcool eram mais propensos a serem mais novos e tabagistas, no entanto, eram menos propensos a terem um histórico de doença cardíaca isquêmica (obstrução das artérias do coração por placas de gordura).

Os autores concluíram que o consumo excessivo de álcool está associado com a ocorrência de HC em uma idade jovem.Os pesquisadores acreditam que a elevação da pressão arterial, o comprometimento de pequenos vasos cerebrais e, ainda, uma deficiência do sistema de coagulação do sangue, possam explicar tal achado.


Fonte: Neurology.
Edição: F.C.
28.09.2012
Comentários

Nenhum comentário cadastrado. Seja o primeiro!

Adicionar comentário